A Oncosinos e Oncosinos Master a partir de agora oferecem a touca inglesa Paxman para prevenção da queda de cabelo relacionada à quimioterapia.  

Apesar de a tecnologia de resfriamento do couro cabeludo já estar presente na Oncosinos há vários anos, a partir de fevererio de 2022 os pacientes terão em primeira mão o sistema de resfriamento capilar Paxman, a “touca inglesa”, durante a quimioterapia. Este sistema é referência nos melhores centros de tratamento de câncer nos Estados Unidos e Europa, como o hospital MD Anderson Cancer Center e Johns Hopkins Hospital, entre outros. Na região do Vale dos Sinos, Paranhana, Caí e Serra Gaúcha somente a Oncosinos e Oncosinos Master dispõem deste equipamento de alta tecnologia.

Serão duas máquinas que possibilitarão atender à crescente   demanda de pacientes que procuram esta tecnologia, investimento na qualidade de vida do paciente com câncer.

Enquanto a perda de cabelo pode soar como um preço pequeno a se pagar quando o assunto é o tratamento do câncer, este é um efeito colateral difícil de combater e enfrentar. Não se trata somente da possibilidade de afetar a auto-estima,  mas também da lembrança constante do diagnóstico do câncer e todos os desafios relacionados.

Estudos revelam que a queda de cabelo é um dos efeitos colaterais mais traumatizantes  da quimioterapia e causa danos que vão muito além do aspecto visual. As consequências podem levar à desistência do tratamento.

“Oferecer a Touca Inglesa é demonstrar preocupação com a dignidade e qualidade de vida dos pacientes e mostrar que eles merecem o que há de melhor. Por isso, temos grande satisfação em apresentar pela primeira vez na região essa tecnologia”, afirmam os Oncologistas Daniela Lessa e Antonio Fabiano, Diretores da Oncosinos e Oncosinos Master de Novo Hamburgo.

Como funciona 

A touca, conectada a uma unidade de refrigeração, é colocada na cabeça do paciente cerca de 30 minutos antes e mantida em torno de uma hora e meia  após a infusão das drogas, dependendo do protocolo adotado. O sistema resfria o couro cabeludo e diminui o fluxo sanguíneo nos folículos capilares, diminuindo a absorção dos fármacos na região. O tratamento é realizado durante a quimioterapia por uma equipe especialmente treinada.

A taxa de sucesso depende do tipo de medicação administrada, 60% ou mais para as mais fortes e até 92% nas menos agressivas. A sensação de frio costuma ser tolerada por 98% dos pacientes. A terapia ainda não é indicada para alguns tipos de câncer hematológicos ou em casos de pacientes com alergia ao frio.

Para maiores informações, ligue para 51 3525-0197 ou agende sua consulta.

 

Dr. Antonio Fabiano Ferreira Filho
Dra. Daniela Lessa
Oncologistas Diretores das Clínicas Oncosinos e Oncosinos Master