O câncer é uma doença associada a dor, sofrimento e terminalidade no imaginário das pessoas, sendo natural que o sentimento predominante seja o de medo.

Este medo pode gerar, dependendo da atitude pessoal, uma busca ativa por diagnóstico e cuidados preventivos ou ao contrário, o evitamento de qualquer situação sugestiva de diagnóstico de câncer. O medo do tratamento do câncer pode representar uma grande barreira ao diagnóstico e tratamento eficaz.

 

O medo pode se refletir em diversos âmbitos. Pode se manifestar como medo da estigmatização social, o medo especificamente do tratamento cirúrgico ou quimioterápico, o receio de perder autonomia e da realização de atividades habituais e prazerosas, o receio do impacto financeiro e da reação de familiares e amigos, entre outros.

O primeiro passo para vencer o medo é reconhecê-lo. Reconhecendo este sentimento podemos obter recursos para enfrentá-lo e permitir uma ação eficaz de acordo com a realidade, permitindo alcançar o melhor resultado.

Veja aqui dicas de como enfrentar o medo do Câncer:

# Buscar informações de fontes confiáveis: materiais de entidades reconhecidas no tratamento e diagnostico do câncer;

# Buscar conhecer o seu real risco de ter a doença;

# Realizar escolhas saudáveis no dia-a-dia

# Ter um médico de confiança, atualizado no tema.